Moscou

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Moscou

Mensagem por The Order em Qui Dez 11, 2014 3:55 pm

Moscou
MOSCOU ESTÁ SITUADA NAS MARGENS DO RIO MOSCOU, QUE CORRE HÁ POUCO MAIS DE 500 KM ATRAVÉS DA PLANÍCIE DO LESTE EUROPEU, NA RÚSSIA CENTRAL. 49 PONTES ATRAVESSAM O RIO E SEUS CANAIS DENTRO DOS LIMITES DA CIDADE.
NOTES : The Supernatural Return
Thank's Lyra' @CUPCAKEGRAPHICS

avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
136

Data de inscrição :
16/06/2014

Localização :
~ Na frente do PC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Morte em Sab Abr 25, 2015 12:12 pm


Walk time
Plans and  plans

Fim de tarde. Da fina chuva caia sobre o guarda-chuva preto que o homem carregava, seu passos deixavam pegadas na terra umedecida. A bola alaranjada sumia aos poucos no horizonte, as copas das árvores pareciam gélidas e assombradas com seus galhos secos retorcidos lá ao alto. Pude ouvir com meus sentidos aguçados, passos leves sob a neve ressequida caída ao chão. Os passos pareciam rondar o local, não parecendo vir em minha direção em momento algum.

Logo, um jovem de aparência delicada e meio entristecido se sentou num mausoléu, me observando. Logicamente minha visão e intuição como a morte era ótima e mesmo sem olhá-lo, percebi quando ele finalmente me notou e passou a me observar com suspeita. Me levantei do local onde havia me sentado, indo na direção do jovem com passos leves e uma expressão tranquila e serena, apesar de meu olhar provavelmente refletir um pouco de ansiedade.

Estendi-lhe uma garrafa de vinho, virando o interesse, neste curioso caçador. Ao me dirigir a tal, o encarei, sorrindo: - Boa tarde, jovem. Saiba que não venho lhe infligir dor, não de momento. Estou aqui para lhe entregar uma carta, leia tudo, e  após a ler venha ao meu encontro, procure pela lâmpada duch. - Fintava-o, dizendo em um tom leve.

O garoto aparentava ter entendido o recado, da morte. Apenas inclinara a cabeça, em frente, afirmando as palavras do cavaleiro. Sem dar muito assunto, ao momento. A morte percebendo o nervosismo, estendeu a sua mão direita, entregando a branca carta, com o seu selo no meio. E sem delongas, se teletransportou do local. Deixando Moscovo, prometendo voltar. Esperando que o garoto comparece-se.

Encerrado.



TAG: Strange boy → Music: Between Two Worlds → Credit: © Lotus Graphics
avatar
Cavaleiros do Apocalipse
Ver perfil do usuário
Mensagens :
7

Data de inscrição :
24/03/2014

Localização :
Acre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Deus em Sab Maio 23, 2015 7:12 pm

Omnipotent



E eis que o Senhor de Todas as Coisas, Deus de Israel e criador de tudo que existe, estava cansado. Os humanos, espécie outrora perfeita, corrompeu-se e causou ao Senhor uma grande dor no coração. Coração? E Deus lá tem coração? Deus é mau. Destruidor de povos, disseminador de ira, preguiça e maldade.

Criador do Inferno, e, tecnicamente, da maldade. Deus moldou o mundo para ser perfeito, mas ele criou uma lei existencial antes disso, que somente Ele seria perfeito. Mas, Deus nunca pensava que tal lei quebraria toda a então benevolência do reino chamado agora de Terra. O planeta reagia á presença de Deus, querendo se desfazer por onde passava, pois a tristeza daquele ser era tão exponencialmente abundante, que danificava a estrutura da realidade.

E assim, aquEle que tudo fez estava na Terra. No maior dos continentes, mais precisamente na Rússia. Ah sim, lá poucos notariam-no e se tentassem qualquer gracinha vislumbrariam o poder de Deus e a Foice da Morte. As divindades pagãs se reuniam aos montes ali, sentiam o poder dEle, mas não ousavam se mover.

Deus estava ali para descansar. Será que teria paz ou traria a Morte?

RPG Supernatural Returns • Créditos a RPG O SPNReturn

▲BY LOONY!

avatar
Ver perfil do usuário http://spnreturn.forumeiros.com
Mensagens :
116

Data de inscrição :
08/04/2013

Idade :
1017

Localização :
Céu - Onde mais?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Pixxie M. Hunterfox em Sab Maio 23, 2015 7:58 pm


Some Holidays
I'm just take a break, you know...
~ TAG: #God | Style: HERE | Notes: pretty hurts~

A decisão estava tomada. Após várias fases da minha vida terem passado tão bruscamente frente aos meus olhos, eu tinha de tirar umas férias. Talvez longe do meu mundo sobrenatural... Longe de todos. A viagem de avião tinha sido agradável embora longa e cansativa. Minha chegada ao Hotel também havia sido bem recebida, e os Russos fossem odiados por muitos Polacos ou Lituânios, mas eram gente simpática.

-------------------------------

Na manhã seguinte o Sol já me embatia no rosto por entre as cortinas encarnadas e charmosas do quarto. Eram 09:00h da manhã quando tomei iniciativa para tomar o café e vestir algo apropriado para uma elegante dama que iria dar um passeio. Uma blusa vermelha e meia transparente, umas simples jeans negras com magnificos padrões de dálias igualmente em negro acompanhadas finalmente por botins da mesma cor da blusa.

Comprei um gelado e caminhei imenso. Duas horas já se haviam passado e o que eu queria realmente ver, ainda não tinha apreciado. Subitamente me recordei de ligar á minha avó materna que se preocupava comigo todos os dias. Era ela quem cuidou de mim durante todo esse tempo desde que a minha mãe tinha falecido. Minha avó era agora a minha mãe e eu não tinha como pagar tudo o que aquela idosa senhora tinha feito por mim. Ela tinha realmente um coração de ouro.

O celular tocava e tocava até que por fim havia ido parar á caixa de voz. Após o "bip" deixei então a mensagem, falando carinhosamente - Oi avó é a Pixxie, sua neta! Liguei para dizer que está tudo ótimo... Daqui a pouco é hora do almoço. Me ligue quando puder.. Beijo.
Baixei o olhar num pequeno sorriso discreto enquanto me esforçava para não deixar correr nenhuma lágrima de saudade. Ajeitei então meus cabelos e me dirigi a um homem ali perto cutucando no seu ombro enquanto apanhava num mapa da cidade - Me desculpe... - encarei seus olhos atrapalhada por não saber se era inglês ou não mas sempre podia tentar. Piscando os olhos várias vezes, abri o mapa e encarei o mesmo proseguindo - Ah... Poderia me dizer onde fica o Kremlin por favor? O Kremlin... - repeti o nome pausadamente para que ficasse bem esplícito o que quereria caso fosse de outra língua... Esperei então pela sua reação.



© Lotus Graphics


avatar
Bruxas
Ver perfil do usuário
Mensagens :
17

Data de inscrição :
11/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Deus em Sab Maio 23, 2015 8:10 pm

Omnipotent



E assim, as estruturas se estabilizaram. A Divindade Suprema estava cansado, mas não inútil. Sentiu uma presença perto de si e pensou em rapidamente se teleportar dali, mas assim que notou quem era, manteve-se estático. Sua mente inundou-se de informações, assim que remeteu-se à história daquela garota. O onisciente deu uma forte piscada ao final da recepção de informações. Era uma caçadora, tinha como amor sua avó, que, por sinal, cuidou dela dado que sua mãe era desnaturada.

Novamente sua mente inundou-se de informações acerca da mãe da jovem. Tsc, tsc. Não era nada legal. E assim teve seu ombro suavemente tocado e com o toque, Deus pode notar uma coisa na jovem. Mas manter-se-ia quieto. Assim que a garota repetiu o nome do lugar, o Rei dos Céus e da Terra virou-se suavemente para a garota.

- Não se preocupe... Sei inglês. - Disse, falando do idioma da garota fluentemente. A aparência que obtinha era jovem, de um típico rapaz da idade que gostaria de apresentar. - Eu estava indo para lá agora mesmo. - Disse firmemente. - Gostaria de me acompanhar? - Indagou, olhando-a profundamente. Não resistindo, fez com que seus olhos empaticamente traduzissem a alma da garota.

Desde muitos íons, não era o Deus de Tudo que fazia as coisas acontecerem no Universo. Isso pesava no coração do Senhor, que até hoje era adorado. Pobres coitados que acham que as aventuras da Bíblia, eram a verdade do universo.

RPG Supernatural Returns • Créditos a RPG O SPNReturn

▲BY LOONY!

avatar
Ver perfil do usuário http://spnreturn.forumeiros.com
Mensagens :
116

Data de inscrição :
08/04/2013

Idade :
1017

Localização :
Céu - Onde mais?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Pixxie M. Hunterfox em Sab Maio 23, 2015 8:29 pm


Some Holidays
I'm just take a break, you know...
~ TAG: #God | Style: HERE | Notes: pretty hurts~

Sua resposta foi imediatamemte dada seguido de um convite agradável. Meus olhos podiam fixar as profundas pupilas do homem e num gesto rápido tirava medidas ao seu rosto resparando nos delhes suaves de sua pele acompanhada por umas feições fortes e hipnotisantes de certo modo. Um sorriso um pouco forçado e sem geito, mostrava meus dentes alinhados e brancos demonstrando uma certa simpatia tocada por uma timidez incomum - Oh sim... claro. - falava com um ar de idiota, começando a caminhar junto do homem - "Se comporte Pix, se comporte!" - tentava me redificar mentalmente.

Não era todos os dias que eu fazia amigos e muito menos ia para outro país fora da américa e tinha a sorte de encontrar um inglês logo á primeira era isso que me dava volta á cabeça. Mas ainda assim mantive uma postura erecta enquanto caminhava olhando para o solo sem saber o que falar. Respirei fundo sentindo a brisa fresca que pairava pelo ar fazendo meus cabelos dançarem sobre os ombros e costas numa dança inaudivel aos ouvidos dos mortais. Normalmente seria o garoto sempre a dizer algo em primeiro mas o clima silencioso imcomodava minha pessoa, então não exitei e perguntei - Então... Eu sou Pixxie. Mas pode me tratar por Pix... - soltei uma pequena gargalhada boba mirando-o de relance e voltando a olhar para a frente enquanto tentava decorar algumas das ruas, mas sempre atenta ao desconhecido que parecia ser simpático e agradável.



© Lotus Graphics


avatar
Bruxas
Ver perfil do usuário
Mensagens :
17

Data de inscrição :
11/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Deus em Sab Maio 23, 2015 8:49 pm

Omnipotent



Deus sorriu sedutoramente para a jovem e posteriormente pôs-se a caminhar, sendo seguido pela garota. Observou todo o lugar, enquanto sentia o vento desviar sua face. Era estranho ser Deus. Ser tão poderoso, sentir cada átomo que existe no espaço, cada pequena partícula da matéria. Soturnamente olhou à jovem de soslaio, reparando em cada átomo corpóreo da garota.

"Fui bom no que fiz." - Pensa. "E eis que era bom." -, sorri enquanto pensa. A Criação foi armada para que novas vidas pudessem integrar o Universo. Tudo foi criado com amor e perfeição, mas tal amor verteu-se em maldade, pois os humanos desrespeitavam imensamente os pedidos, as ordens e os mandamentos que o Senhor deu.

Então um pensamento passou pela cabeça da entidade, que rapidamente eliminou. Bem sabia Deus que hoje em dia raramente vê-se uma virgem. A Divindade rapidamente invadiu o ser da garota, fazendo-a ficar aérea rapidamente, toda a ação durou segundos, mas o suficiente para Deus ter sua resposta.

Deus sorriu, ao menos era virgem. E isso fez-a subir em seu conceito. O silêncio incômodo chegou ao fim quando a garota indagou o nome do rapaz. Deus imediatamente parou sua caminhada, fazendo com que a garota parasse ao seu lado. Olhou-a no fundo dos olhos. Estaria ela preparada? Era uma caçadora! Portanto, não faria mal saber.

- Deus. - Disse calmamente e voltou a andar.
RPG Supernatural Returns • Créditos a RPG O SPNReturn

▲BY LOONY!

avatar
Ver perfil do usuário http://spnreturn.forumeiros.com
Mensagens :
116

Data de inscrição :
08/04/2013

Idade :
1017

Localização :
Céu - Onde mais?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Pixxie M. Hunterfox em Dom Maio 24, 2015 1:10 pm


Some Holidays
I'm just take a break, you know...
~ TAG: #God | Style: HERE | Notes: pretty hurts~

Caminhamos toda a longa rua e uma conclusão eu poderia tirar... Aquele garoto pensava mais do que falava. Após eu ter feito uma breve apresentação o homem limitava-se a andar e a olhar ao seu redor como se não tivesse prestado atenção em mim, o que era mentira pelo sorriso visível dele. Mais dúvidas e perguntas sem resposta cresciam na minha mente. Afinal, o que seria ele? Não aparentava agir de certa forma como um humano comum e muito menos como um vampiro ou um Demônio. Sua aura era sentida por mim, mas não conseguia notar que tipo de poder ele tinha e eu só queria saber.

Foi tudo uma questão de segundos quando uma leve tontura me fez abrandar o passo e um déjàvu subiu aos meus olhos. Parei por fim olhando para o solo sentindo minha cabeça latejar aos poucos. Pude deixar de ouvir os passos do desconhecido que também havia parado á minha frente. Bruscamente ergui a cabeça fixando seu olhar, e minha boca instantaneamente se abriu ligeiramente após ouvir seu nome. Encareio-o reparando que revoltava a caminhada - Hey, espere... - falava desesperada por querer mais respostas porém o impulso tinha sido mais forte e num gesto descuidado, dei o pé ao lado caindo de cara no chão. Franzi o cenho em sinal de dor ao sentir o raspão que tinha feito no joelho. O homem se afastava, mas eu tinha de me recompor, me sentei então no chão - Autch... - resmunguei indignada. Descuidada e trapalhona como sempre... Fazer o quê..



© Lotus Graphics


avatar
Bruxas
Ver perfil do usuário
Mensagens :
17

Data de inscrição :
11/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Deus em Dom Maio 24, 2015 1:23 pm

Omnipotent



Por que eu revelei minha identidade? Por séculos escondendo-a, poderia facilmente passar despercebido. Sou Deus, só se sabe o que eu quero que saiba. Entretanto, algo naquela garota me fez querer contar a verdade. Talvez suas boas intenções? Uma jovem, coitada, colocada no mundo da caça de forma tão abrupta e desgostosa, é fatídico que suas intenções possam ser de prevenir que outros entrem num mundo tão intempestuoso.

Continuei a caminha soturnamente, esperando que a jovem me seguisse, infelizmente não foi o que aconteceu e notei - ainda de costas para ela - que ela havia tombado. Nada mais do que lógico... Estar na presença de Deus, enquanto ele está de mau humor cogitando inundar a Terra de novo, é sempre ruim. Embora outro dilúvio eu ache desnecessário... O primeiro foi de Miguel! Mas seria interessante jogar outro meteoro. Droga, Miguel já está fazendo isso com Lúcifer. É, terei que esperar minha vez. Sou paciente mesmo...

Ainda me pergunto porque libertei aquele bobão traidor. Ah, é verdade. Tehom, aquele deus, deveras, chato. Dessa vez se ele quiser dominar o mundo, que tente. Não sou obrigado a ficar defendendo a Terra. Arcanjos e anjos que cuidem disso. E que Lúcifer perceba logo que ir contra Miguel na situação atual é idiotice, que se matem depois! Por mais que a terra me canse, também não sou obrigado a ver minha Criação definhar.

E assim meus passos findaram e virei-me para trás, um sorriso maroto surgiu em meus lábios. Dei o primeiro passo para frente, mas rapidamente me teleportei ficando à frente da garota. Me ajoelhei e coloquei a mão sobre a ferida, alguns centímetros acima de onde houve o dano. Rapidamente a garota foi curada.

- Não deveria ser tão descuidada. - Sorri. - Vamos, creio que tenha muitas perguntas. - Disse levantando-a e pondo-se a andar novamente.

RPG Supernatural Returns • Créditos a RPG O SPNReturn

▲BY LOONY!

avatar
Ver perfil do usuário http://spnreturn.forumeiros.com
Mensagens :
116

Data de inscrição :
08/04/2013

Idade :
1017

Localização :
Céu - Onde mais?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Pixxie M. Hunterfox em Dom Maio 24, 2015 1:55 pm


Some Holidays
I'm just take a break, you know...
~ TAG: #God | Style: HERE | Notes: pretty hurts~

Tentei manter a calma ao acalmar minha respiração. Olhei para meu joelho direito e vi as calças ligeiramente rasgadas com um raspão aberto em sangue. Não exitei em olhar em volta mas extamente naquele preciso momento, não havia ninguém na rua... Ninguém que me podesse ajudar nem que fosse a levantar. Fechei os olhos desejando que minha avó estivesse ali. Uma bruxa muito mais experiente que eu que com apenas uma reza, conseguiria a me ajudar arranjando energias para curar aquela pequena ferida. Uma pequena lágrima escorreu pelo canto de meu olho. Mordendo o lábio apoiei as mãos no solo arranjando coragem o suficiente para me levantar, foi ai que fui interrompida.

O homem que se dizia ser Deus aparecia de nenhures á minha frente, se abaixava ao meu nível e num leve movimento a ferida fechava-se automaticamente como se nunca tivesse existido. Não tirei os olhos de seu rosto e segui rumo ao joelho vendo nada... Absolutamente nada. Engoli em seco após ouvi-lo e segurando suas mãos, fui ajudada por fim, voltando a erguer meu corpo. Olhei em redor e ajeitei meus cabelos tentando disfarçar a constragedora situação. Quando dei pelo senhor, este já tinha voltado a caminhar e noutro impulso acelarei o passo tentando me manter ao seu lado - Então, Deus... - ergui as sobrancelhas boquiaberta sem saber o que dizer. Se tinha perguntas? Bem... Várias, mas nenhuma queria sair.

Piscava os olhos sem jeito, e olhava-o pelo canto do olho arriscando - Bem... Minha avó sempre me disse haver o céu e o inferno... - ponderava as palavras antes de falar e prossegui - Como é... Você sabe... O céu? - Sorria forçadamente tentando não manter uma postura de idiota diante a uma pessoa, ou ser como aquele.




© Lotus Graphics


avatar
Bruxas
Ver perfil do usuário
Mensagens :
17

Data de inscrição :
11/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Deus em Dom Maio 24, 2015 2:11 pm

Omnipotent



Observei a garota que estava à minha frente. Se ela continuasse a me chamar de Deus, eu teria grandes problemas, o principal deles é ter três arcanjos e um caído me enchendo o saco. Droga. Suspirei pesadamente e movi minhas mãos para cima, tendo flexionado o cotovelo, fazendo minha mão ficar na altura de meu rosto. Estalei os dedos, imediatamente fomos - eu e a garota - teleportados para outra dimensão. Uma imensidão branca, que se mantinha graças à essência de mim mesmo, né.

Comecei a me inclinar para trás, e quando estava quase - segundo as leis da física da Terra - a cair, estalei os dedos novamente, fazendo uma poltrona reclinável aparecer, sentando-me, deliciei-me do conforto. Ah, ser onipotente é bom. Sorri com o pensamento e voltei minha atenção para a garota que me olhava atônita.

- Sente-se. - Disse, apontando uma poltrona que acabara de aparecer atrás da jovem. - Esse lugar vai te cansar, então, sugiro que deleite-se dessa magnifica e confortável cadeira reclinável. - Disse, inclinando-me para trás para ficar mais confortável. Observei-a no fundo dos olhos. E assim que me senti confortável, iniciei a responder sua pergunta. - Sua avó é uma ótima pessoa, embora tenha vendido a alma para os demônios e não poderá vislumbrar o céu, é imensamente uma pena. Gosto daquela senhora, poucas vezes me atento aos humanos, mas humanos como sua avó é, deveras, instigante de persistir em ter confiança, fiquei decepcionado quando ela vendeu a alma. Não é por menos, correto? Entretanto, não pudia fazer nada por ela.

Soltei um suspiro e fitei a garota.

- Você é extremamente gentil, Pixxie. Uma das poucas pessoas que contemplam minha presença e não são implodidas. Entretanto, deveria ser mais atenta... Alguns demônios são bem perspicazes. - Disse, estalando os dedos e fazendo um homem de terno aparecer no nosso meio. Seus olhos rapidamente tomaram a coloração tipicamente negra. - Subalternos como esse estão atrás de sacrifício e devem deixar de existir. - Disse, estalando os dedos e fazendo-o explodir em milhares de pedaços que voaram por todos os cantos, embora tenham desviados da humana e de mim.

Novamente a olhei e pus-me a esclarecer as coisas. - Não existe um Céu, mas existe um inferno. - Pausei, tentando aumentar a tensão divertidamente. - Diferente do céu, no inferno todos ficam num mesmo lugar, sofrendo e sendo torturados, até se tornarem demônios e, posteriormente, sendo mortos. Quanto ao céu... - respirou-, existe um Céu para cada pessoa. Lá, elas relembraram os melhores momentos de sua vida por toda a eternidade. Um canto de felicidade e prosperidade, tal, resguardada pelos alados, meus filhos.

Esperei sua reação e a próxima pergunta.
RPG Supernatural Returns • Créditos a RPG O SPNReturn

▲BY LOONY!

avatar
Ver perfil do usuário http://spnreturn.forumeiros.com
Mensagens :
116

Data de inscrição :
08/04/2013

Idade :
1017

Localização :
Céu - Onde mais?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Pixxie M. Hunterfox em Dom Maio 24, 2015 2:38 pm


Some Holidays
I'm just take a break, you know...
~ TAG: #God | Style: HERE | Notes: pretty hurts~

Os próximos minutos ou talvez horas foram as mais estranhas da minha vida. O homem falava comigo e eu prestava atenção a cada explicação, foi quando o cenário mudou radicalmente. Branco era apenas o que via. Olhava ao redor atrapalhada, estava assustada de certo modo, nao sabia onde pisava e muito menos se havia parede á minha frente. Deitando-se numa poltrona que aparecia do nada, arqueei minhas sobrancelhas apreciando cada toque de magia do poderoso. Queria poder dizer algo mas minha mente limitava-se apenas ao "Uau".
Fui convidada a me sentar e quanto olhei para trás a poltrona individual me esperava, então me sentei encarando o homem com certa curiosidade.
Continuei atenta á sua aula de ensino, e comecei a me sentir priveligiada baixando então o olhar tentando esconder um discreto sorriso que rapidamente se desvanecia com o decorrer da conversa. Um homem aparecia á nossa frente, aparentemente parecia normal. Inclinei a cabeça ligeiramente para o lado reparando na mudança de seus olhos. Bruscamente meus instintos falaram mais alto e meu coração acelarou rapidamente onde por instinto erguia minha mão na sua direção prestes a citar alguma reza que me desse jeito. Talvez uma que imbuísse o ser a uma dorzinha de cabeça mas nesse preciso momento o homem explodiu - AH! - soltava um grito surpreendida por não ter sido atingida por um posta de carne. Levei as mãos ao peito e quando este terminou, me ergui novamente mirando-o enquanto umas mechas de cabelo caiam sobre meu olho direito - Ok... Chega.
Dei de costas e comecei a caminhar  sobre meus tacões em direção ao vacuo branco enquanto olhava indignada para os lados e ligeiramente corada procurando por uma saída.




© Lotus Graphics


avatar
Bruxas
Ver perfil do usuário
Mensagens :
17

Data de inscrição :
11/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Deus em Seg Maio 25, 2015 7:37 pm

Omnipotent



Um bobo sorriso surgiu nos lábios da Divindade. O deleite era visível, aquele..., aquele fato dela se levantar e sair andando, era a prova que Deus precisava, definitivamente, Pixxie era ingênua e gentil, bondosa e, de certa forma, medrosa. Entretanto, o medo que ela despertou era natural, claro, e Deus aceitava-o. Afinal, quem não teme à Deus morre, correto? Sem dúvidas.

Enquanto a divindade a observava caminhar, pôde perceber a estrutura física da garota, não só isso, pela primeira vez desde que a viu, reparou em seu corpo e em cada átomo que a compunha. Sorriu pelo pensamento, poderia falar, correto? Claro.

- Sabe, Pix. - Pausou. - Posso te chamar assim? Pois bem, vou começar lhe contando uma história, se quiser ir, te deixarei onde mais desejas do fundo de seu peito, pode ser um lugar, um mundo, pode ser qualquer lugar, entretanto, se ficar, lhe devolverei seu bem mais precioso, que creio que perdeste. - Deus pigarreou. - Vendo você, assim, de longe, me lembra de quando concebi os seres humanos. Ah, Lilith era a mulher perfeita, mas a inveja de Lúcifer a corrompeu e esta foi a gota d'água para eu bani-lo. Lilith foi expulsa do Paraíso, mas antes disso, ela disse meu nome e eu, enraivecido, dizimei milhões de anjos e, ainda, dei a ela poderes. - Gargalhou. - Irônico, não é? Se não fosse Miguel e Gabriel, provavelmente o Céu estaria destruído e toda a raça humana, teria definhado. Seu corpo é composto por matérias que eu mesmo concebi, criei cada partícula, cada célula e cada molécula.

Deus se levantou e podia-se ver ira em seus olhos, fumegantes como o mais profundo do inferno.

- Não criei as almas, puras e benevolentes para serem vendidas! - Berrou, abalando a estrutura do lugar e fazendo as paredes brancas começarem a ruir. Pixxie tombou ao chão. Deus começou a caminhar para perto da garota. - Eu criei as almas, puras, tão puras que podiam matar os anjos, caso esses abusassem de seus receptáculos. E essas almas foram usadas como peça de barganha! - Explodiu em ira, fazendo todo aquele universo paralelo se desmanchar. - Eu lhe darei sua alma de volta, entretanto, deverás dedicar sua vida à mim. O que escolhe? Ir embora e arder no Inferno ou ter sua alma de volta e ver o Céu?

Indagou, olhando-a soturno. A divindade suspirou, expulsando as más emoções e sorrindo bondoso para a garota. Deus bipolar, não? Deus não queria lhe fazer mau, apenas a conscientizar. Deus a prezava muito e iria protegê-la, escolhesse o que escolhesse, embora caso faça a escolha certa, ainda ganhe mais...

RPG Supernatural Returns • Créditos a RPG O SPNReturn

▲BY LOONY!

avatar
Ver perfil do usuário http://spnreturn.forumeiros.com
Mensagens :
116

Data de inscrição :
08/04/2013

Idade :
1017

Localização :
Céu - Onde mais?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Sieme Tulee em Sab Maio 30, 2015 5:52 pm

E lá estava eu naquele maldito país. O sobretudo que eu usava terminava nos tornozelos, e a maleta que eu carregava estava pesada. Não que aquilo me incomodasse. Fiquei semanas observando meu alvo de nome Craig Petrova, tão fútil que me dava ânsia de vômito só em olhar para seu rosto. Pus a mão no bolso e retirei o colar com a foto de família enquanto caminhava. Com certeza, eles não estariam aprovando a minha atitude mas eu estava fazendo o que eu julgava certo, e talvez isso fizesse alguma diferença. De súbito, vi um homem correr pela calçada e tomar meu colar para si. Droga! Soltei a maleta no chão e corri em direção ao ladrão, que correu o mais rápido que podia. Corri atrás dele até um beco, onde me escondi e vi ele olhar para os lados. Achando que havia me despistado, adentrou em um prédio de tijolos. Peguei uma pistola no bolso interno do sobretudo e segurando-a firme, chutei a porta. A cena que vi me fez sentir uma martelada no coração.
Lá estava o homem que me havia roubado meu bem mais precioso. Estava em uma sala completamente miserável, e ao seu lado uma mulher e quatro crianças, uma delas deitada e em péssimo estado. Ele entregou o colar para a mulher e pelo pouco de russo que entendia, disse:
"- Com o dinheiro, vamos poder comprar os remédios de Nastya."
Eles olharam para mim em pânico, e as crianças, chorando, abraçaram sua mãe. O ladrão ergueu as mãos, uma delas com o colar. Fiz um gesto para que ele me entregasse e foi o que ele fez, lentamente. Respirei fundo e retirei a foto do colar, devolvendo-o ao homem. Ele certamente precisava mais do que eu. Abaixei a arma e recuei até a porta devagar e a família se abraçou. Saí dali mais do que depressa, com o coração na mão. Aquele colar era relíquia de família, e perdê-lo fez-me sentir uma dor indescritível. Era uma lembrança de minha família, mas que eu sacrifiquei por um bem maior.
Voltei ao local onde havia deixado cair a maleta, ainda com o coração apertado. A peguei do chão e fui para uma praça ali perto, procurando um caçador em especial.
avatar
Caçadores
Ver perfil do usuário
Mensagens :
58

Data de inscrição :
26/05/2015

Idade :
32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Deus em Sab Maio 30, 2015 7:04 pm

Off: post de SIEME TULEE invalidado.
avatar
Ver perfil do usuário http://spnreturn.forumeiros.com
Mensagens :
116

Data de inscrição :
08/04/2013

Idade :
1017

Localização :
Céu - Onde mais?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Pixxie M. Hunterfox em Dom Maio 31, 2015 5:52 pm


Some Holidays
I'm just take a break, you know...
~ TAG: #God | Style: HERE | Notes: pretty hurts~

Continuava a andar sem rumo. A sensação de estar sendo observada me subia pela espinha causando discretos arrepios de frio e calor enquanto que na minha face manchada por uma pele morena e suave, ficava rosada na parte das bochechas. Me envolvi num auto abraço subindo o olhar tentando achar algo, mas então, a voz de Deus interrompeu minha concentração onde instintivamente girei meu corpo ligeiramente fixando seu olhar. Tentava manter uma expressão rigida e fria mas minha natureza permitiu manter uma face mais suave, intimidada e de certa forma sedutora. Prestei atenção á sua conversa mas minha mente não apanhava nada além de um sitío onde podesse dar de fuga... Mas era impossível. Seu tom de voz começava a aumentar e bruscamente piscava os olhos em simultâneo enquanto baixava o olhar e recuava vagarosamente alguns passos. Do nada o sitío abanava começando da escala um. Minha estrutura corporal tentava se manter fixa no solo e meu olhar se dirigia de novo ao homem, mas um grande abanão fez-me recuar o suficiente para me fazer bater de costas no chão - Ah... - Um leve suspiro da minha boca cortava o extremo poder que se fazia ali.

Fechei os olhos levando a mão á cabeça. O rápido choque fez minha respiração cortar por instantes e minha boca queria falar algo ou apenas tentar dar um berro para aliviar a dor das costas. Ao voltar a abrir o olhar lentamente, minha visão estava turva, se compondo aos poucos. Apoiei as mãos no solo e tentei me erguer, conseguindo passados 2 minutos. Sua pergunta final tinha me etoado na mente, e um lágrima de raiva escapou de um de meus olhos - Se fôr para conviver com um monstro como você... - falava baixinho num tom de voz quase rouco, terminando - Então prefiro acabar no Inferno... - as palavras me sairam automaticamente da boca sem pensar 2x vezes mas por outro lado, talvez o ajudasse a relembrar que cada molécula que ele criou em mim, foram inventadas assim como as emoções, coisa que o próprio Deus não demonstrava até agora. O belo exemplo da sociedade que prefere criar inimigos ao invés de criar laços que o faça sentir-se saudável e verdadeiramente puro. Num giro de calcanhares mais lágrimas me subiram aos olhos, mas disfarcei, respirando fundo e voltando a andar. Fechava os olhos tentando impedir que alguma outra gota escapasse enquanto apenas desejava "Acorda, acorda, acorda! - no fundo, só esperava que aquilo tudo acabasse.




© Lotus Graphics


avatar
Bruxas
Ver perfil do usuário
Mensagens :
17

Data de inscrição :
11/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Deus em Dom Maio 31, 2015 6:20 pm

Omnipotens - Finis purgatam



Uma gargalhada imensurável fugiu dos lábios de Deus. Todo o universo implodiu e rapidamente Deus saiu de lá com a garota; agora, estavam em outro universo, um completamente negro, onde a única fonte de luz era a imagem inabalável e onipotente de Deus à frente da garota. Ela estava sentada numa cadeira, impedida de se movimentar por linhas invisíveis. Extremamente fortes, capazes de levantar um planeta.

Deus, lembrando-se da frase da garota, voltou a rir consideravelmente alto, mas dessa vez controlando seu poder para que aquele universo não se desfizesse também. O Supremo observou a figura feminina à sua frente. Ela estava sentada e ele em pé, aproximou-se o suficiente e se inclinou, fitando-a profundamente nos olhos, seus narizes quase colados, e seus olhos conectados. Era esse o poder de Deus? Subjugar criaturas? Sim.

- Sabe... - Iniciou o monólogo. A jovem estava impossibilitada de continuar a falar. - Falou esse absurdo, me chamou de monstro, com que intuito? Não entendo! O Livre Arbítrio era um presente e se tornou uma maldição que sou obrigado a aceitar; evidentemente de mau grado. Deverias pensar duas vezes antes de dirigir qualquer palavra para mim, um Deus Onipotente e Onisciênte que aceitaria sua frase, mesmo sabendo de seus pensamentos ruins.

A divindade a fitou ainda mais fortemente, quase que fazendo-a desfalecer de tamanha energia que emanava.

- Não agirás mais por vontade própria... - Deus sorriu e deu-lhe as costas. Havia acabado de retrair-lhe o Livre Arbítrio, tornando-a imortal. - Até, Pix. - Disse, desaparecendo e fazendo Pixxie reaparecer onde mais quer. Deus saiu do local (Moscou/Rússia).

RPG Supernatural Returns • Créditos a RPG O SPNReturn

▲BY LOONY!

avatar
Ver perfil do usuário http://spnreturn.forumeiros.com
Mensagens :
116

Data de inscrição :
08/04/2013

Idade :
1017

Localização :
Céu - Onde mais?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Pixxie M. Hunterfox em Sab Jun 06, 2015 2:23 pm


Some Holidays
I'm just take a break, you know...
~ TAG: #God | Style: HERE | Notes: pretty hurts~


Sua reação foi rápida e num abrir e fechar de olhos, meu corpo estava fixo e preso numa simples cadeira. Olhei ao meu redor e dessa vez, só via o escuro dominar o local. O homem que estava num estado luminescente, permanecia de pé á minha frente. Não conseguia ver seus olhos com tanta claridade, porém prestei atencão á sua conversa. Parecia irritado e suas mudanças rápidas de personalidade e tom de voz eram confusas. Piscava os olhos tentando observar o que me prendia mas era poder, algo que não podia escapar.

O desenrolar da conversa deixava meu coração mais acelarado, bombeando adrnalina por todo o lado. Uma lágrima automática saia pelo canto de meu olho direito. Queria me mover, fugir dali. Suas palavras eram fixas e pareciam querer etoar na minha mente... Quando finalmente senti repentinamente uma outra sensação diferente. Suspirei e fechei os olhos sentindo a pele de minha espinha se arrepiar.

Finalmente acordei assustada e olhei em redor sentindo minha respiração acelarada. Olhei em redor e meu quarto estava intacto. Abri a boca para dizer algo, mas não conseguia. Apenas permaneci a olhar para o vazio... Seria sonho ou realidade? Algo que iria ter que descobrir.

- Encerrado -




© Lotus Graphics


avatar
Bruxas
Ver perfil do usuário
Mensagens :
17

Data de inscrição :
11/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Moscou

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares
» Moscou

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum